Bandeira vermelha como economizar energia em seu Condomínio

  • Post author:
  • Post last modified:17 de junho de 2022
  • Reading time:4 mins read

A (Aneel) Agência Nacional de Energia Elétrica anunciou um reajuste de 52% na bandeira tarifária vermelha patamar 2. Com a mudança nesta bandeira, a tarifa, que antes custava R$ 6,24, passa a R$ 9,49 por cada 100 quilowatts-hora consumidos. O novo valor para a bandeira vermelha patamar 2 entra em vigor no mês de julho e a ideia é que siga valendo até novembro 2021. Tendo base nessas informações segue dicas e estratégias abaixo:


Estratégias para economizar energia no condomínio:
 
 Elevadores:
Adote estratégias pontuais nos horários em que o fluxo de pessoas e menor no seu condomínio, deixei apenas um elevador em operação desligue os outros.
Estando desligado, a luz da cabine também não é acionada, colaborando assim para o uso racional da energia elétrica
Estude a possibilidade de moderniza os elevadores de seu condomínio, faça manutenção dentro do prazo.
Os elevadores também podem ser utilizados economicamente se o condomínio estiver atento manutenção periódica, como lubrificação, tensão das correias, alinhamento do motor, etc.
 
Luz natural:
 Procure sempre deixar as janelas dos andares sempre abertas e limpas a Luz natural é sempre bem-vinda trazendo uma grande economia de energia.
 
Prefira cores claras nas paredes:
Ao realizar reformas no condomínio, evite pintar com cores escuras as paredes dos halls dos elevadores, escadas e corredores, pois elas exigirão lâmpadas mais fortes, com maior consumo de energia elétrica.
 
Por esse motivo, é possível que ao pintar um ambiente de cores claras, você estará economizando na conta de energia elétrica.
 
Substituição de luminárias antiquadas ou quebradas:
A substituição de luminárias antiquadas ou quebradas por luminárias mais eficientes, sem sombra de dúvidas, está relacionada à economia de energia elétrica. Escolha sempre lâmpadas de fácil limpeza e, de preferência, que fiquem expostas, pois deste modo poderão ser de menor potência. Lâmpada de LED e sensor de presença valem a pena.
 
Garagem:
Para evitar a iluminação plena todo o tempo nas garagens, é importante estudar a possibilidade da instalação de interruptores individuais comuns, realizando o desligamento parcial de lâmpadas específicas. Outra dica aqui é dar preferência a sensores de presença nas garagens também.
Se possível, alterne as luminárias entre uma acesa e outra não, assim a garagem continuará iluminada, porém com uma redução dos gastos de energia elétrica.
 
 
Avalie sua instalação elétrica:
 
Manter as instalações elétricas do seu condomínio bem conservadas é uma questão de segurança e de economia. A má instalação dos fios pode gerar prejuízos como desperdício de energia resultante do superaquecimento da fiação. Isso faz com que a energia seja utilizada para aquecer os próprios condutores (fios) ou conexões entre eles, em vez de ser transformada em eletricidade útil para iluminar ou ligar um aparelho elétrico ou quaisquer coisas que necessite de energia, aumentando assim o consumo de energia elétrica