Projeto capacita 198 síndicos para identificação de casos de violência doméstica

  • Post author:
  • Post last modified:11 de janeiro de 2022
  • Reading time:3 mins read

A Prefeitura de Cuiabá, via Secretaria Municipal da Mulher, iniciou dia 15 de dezembro, na modalidade online (assembleia), a 1ª fase do projeto Mãos Amigas que irá capacitar todos os agentes atuantes nos condomínios, em Cuiabá, para a identificação de casos de violência doméstica. Nesta primeira etapa, 198 síndicos receberam instruções de como agir em caso de agressão contra mulher, criança e idoso.

O projeto que já passou pelas unidades educacionais e saúde, agora envolve os condomínios residenciais, em parceria com administradoras da região.

De acordo com a titular da pasta da Mulher, Luciana Zamproni, os principais pontos abordados serão: a responsabilidade dos síndicos em caso de omissão; quais são os canais de denúncia; o treinamentos aos demais funcionários (zeladores, rondas e seguranças) e a comunicação interna dos condomínios acerca de cartazes informativos, conforme previsto em lei estadual.

“A nossa perspectiva é tornar os condomínios com maior segurança para mulher. Muitas atitudes nos condomínios acabam gerando violência e com o síndico treinado e informado o objetivo é reduzir os números de violência doméstica e encorajar a denúncia, além de inibir os agressores no âmbito de vivencia familiar”, disse Zamproni.

O projeto que já passou pelas unidades educacionais e saúde, agora envolve os condomínios residenciais, em parceria com a administradora Attento, que direcionou os síndicos para essa primeira etapa.

“É assustador os números de violência doméstica, contra mulher e feminicídios. Muitas vezes quem se vê envolvido não consegue fazer alguma coisa e eu acredito, enquanto sociedade, dentro de um limite que precisamos respeitar, entra a vida de um e de outro, podemos sim colaborar. Dentro de um condomínio nós temos condições de oferecer esse suporte”, frisou Janaina Gahyva, uma das síndicas que passaram pela capacitação.

A próxima etapa do projeto está marcada para segunda quinzena de janeiro com o público alvo sendo as empresas terceirizadas e seus funcionários e será de forma presencial durante uma semana.

Fonte Prefeitura de Cuiabá